sábado, 24 de agosto de 2013

Médicos cubanos (entre outros) no país do invertido

O Brasil é mesmo o país do invertido.

Os advogados, que têm má fama, montaram uma estrutura voluntária para ajudar legalmente os presos em protestos, enquanto a OAB atua firmemente na defesa dos direitos civis.

 Enquanto isso, os médicos (não todos, é claro), considerados de uma profissão nobre, saem em protesto contra a vinda de médicos estrangeiros, chegando ao ponto de algumas entidades médicas ameaçarem ir à polícia para tentar impedir isso.

Ou seja: "Dane-se o pobre que tá lá no interior morrendo sem médico, não quero estrangeiro, com ideologias de praticar a medicina para ajudar o próximo sem pensar apenas no lucro (que absurdo!), competindo no meu mercado, e ameaçando os meus salários altos."

País maluco mesmo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário